Saracura do Mato

Alma de Gato

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Araponga

Ariramba de cauda ruiva

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Caburé

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica Pau Verde Barrado

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Ferrugem

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovacuçu

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Saracura do Mato

Alma de Gato

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Araponga

Ariramba de cauda ruiva

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Caburé

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica Pau Verde Barrado

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Ferrugem

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovacuçu

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Slaty-breasted Wood-Rail

Aramides saracura (Spix, 1825)

Endêmica :

da Mata Atlântica

TAMANHO :

34 a 37 cm

Ave migratória :

Não

Mais visto :

Difícil !

Vocalização

Play-Button-Green-W

Alimenta-se de :

Ovos de perereca

Wiki Aves

LOGO-WIKI

Foto: Luís da Mata

# ECO Sítio Paraty

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Habitos:

É encontrado em florestas e matas, preferindo as áreas pantanosas e alagadiças, e geralmente é difícil de ver.

Alimentação:

As desovas são avidamente consumidas por saracuras, conforme observado na espécie saracura-do-mato (Aramides saracura), que se alimenta dos ovos da perereca Filomedusa (Phyllomedusa distincta).

CARACTERÍSTICAS:

A saracura-do-mato é uma ave gruiforme da família Rallidae. Também conhecida como siricoia, saracura e saracura-do-brejo.
Mede entre 34 e 37 centímetros de comprimento e pesa cerca de 550 gramas. Apresenta a coroa e as laterais da cabeça com a coloração cinza ligeiramente amarronzadas. Os lores e a região auricular são cinza. A nuca, a porção posterior do pescoço e o flanco superior do peito são acastanhados, coloração que torna-se gradativamente marrom-olivácea ao atingir o manto e as costas da ave. As coberteiras das asas e costas são de coloração verde-olivácea e suas rêmiges primárias marrom-acastanhadas. A região do uropígio é marrom e as penas supracaudais bem como a cauda que frequentemente se encontra em riste é preta. Queixo e garganta são esbranquiçados. A lateral do pescoço, flancos, peito e ventre apresentam bela coloração cinza-azulada. O crisso é preto. As penas infracaudais também são pretas. Íris e anel periocular vermelhos carmim. Bico verde-amarelado com a base azulada. Tarsos e pés rosa-avermelhados. Os filhotes da espécie são marrons escuros quase pretos e sua coroa marrom escuro. Seus olhos, bico e pernas são pretos.

+ Registros no Brasil

- COMENTE - PARTICIPE -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *