Sabiá Cica

Abre-asa de Cabeça Cinza

Alma de Gato

Anambé Branco de Rabo Preto

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Arapaçu de Bico Torto

Arapaçu Escamado

Araponga

Araponga do Horto

Ariramba de cauda ruiva

Assanhadinho

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico Assovelado

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Caburé

Capitão de Saíra

Catirumbava

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha de Dorso Vermelho

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

Japu

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Juruva

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Maria Leque do Sudeste

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Cinzento

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica-Pau Rei

Pica-pau Verde Barrado

Pintadinho

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Amarela

Saíra Ferrugem

Saíra Militar

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Sanhaçu de Encontro Azul

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Tesourinha da Mata

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Tiriba de Testa Vermelha

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovaca Cantadora

Tovacuçu

Trepador Sobrancelha

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Sabiá Cica

Abre-asa de Cabeça Cinza

Alma de Gato

Anambé Branco de Rabo Preto

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Arapaçu de Bico Torto

Arapaçu Escamado

Araponga

Araponga do Horto

Ariramba de cauda ruiva

Assanhadinho

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico Assovelado

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Caburé

Capitão de Saíra

Catirumbava

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha de Dorso Vermelho

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

Japu

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Juruva

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Maria Leque do Sudeste

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Cinzento

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica-Pau Rei

Pica-pau Verde Barrado

Pintadinho

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Amarela

Saíra Ferrugem

Saíra Militar

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Sanhaçu de Encontro Azul

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Tesourinha da Mata

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Tiriba de Testa Vermelha

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovaca Cantadora

Tovacuçu

Trepador Sobrancelha

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Blue-bellied Parrot

Triclaria malachitacea (Spix, 1824)

Endêmica :

da Mata Atlântica | do Brasil

TAMANHO :

19 a 21 cm

Ave migratória :

Não

Mais visto :

Raridade | Ameaçada de extinção

Vocalização

Play-Button-Green-W

Alimenta-se de :

Frutos de Palmito Juçara

Flor de bromelia

Flores de Bromélia

Wiki Aves

LOGO-WIKI

Foto: Luís da Mata

# ECO Sítio Paraty

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Habitos:

Muitos não sabem que o sabiá-cica é um psitacídeo que canta como um sabiá. Seu nome vem do Tupi, que significa “mãe do sabiá”. Há indícios de que boa parte do canto seja assimilada desde filhotes ao ouvirem os sabiás da área, pois, há sabiá-cicas cujo canto lembra o de sabiás como o laranjeira, coleira, da mata, preto e pardão-da-Bahia. Alguns ornitólogos interpretam essa característica como um complemento de sua camuflagem, ou defesa. O Sabiá-cica possui hábitos diferentes dos da maioria dos psitacídeos. São vistos quase sempre sozinhos, aos pares ou com filhotes. São geralmente silenciosos em voo, e pousados, pouco vocalizam seus chamados agudos, estridentes e em escala ascendente. Quando pousam nas árvores o fazem em silêncio e permanecem um bom tempo imóveis, camuflado-se e observando ao redor, à exemplo do tuim (Forpus xanthopterygius). Ave da Mata Atlântica litorânea, é típico de florestas primitivas, mas frequentam vegetação secundária. São monotípicos. Não havendo até o momento o relato de outra subespécie, ou mesmo espécie do gênero. — Marcos Massarioli 2009/04/29 14:45

Alimentação:

Durante algum tempo sugeriu-se que a espécie fosse extremamente dependente dos frutos do palmito-juçara (Euterpe edulis). Contudo, Galetti (1997) notou que os frutos do palmito perfizeram 15.4% da dieta da espécie no Parque Estadual Intervales, São Paulo, enquanto Campomanesia neriiflora (Myrtaceae) perfez 23% e Sloanea monosperma (Elaeocarpaceae) e Campomanesia sp. 15.4% cada. Outras espécies também foram importantes na dieta da espécie, como os frutos de Cryptocarya moschata (Lauraceae; 7.7%) e Virola bicuhyba (Myristicaceae; 7.7%). Ainda, Pizo et al. (1995), também em estudo no Parque Estadual de Intervales, registrou a espécie se alimentando de flores da bromélia Aechmea ornata e frutos de Campomanesia sp., Psidium cattleyanum e Psidium guajava (Myrtaceae).

CARACTERÍSTICAS:

Endêmica do Brasil e ameaçado de extinção. Historicamente ocorria em toda a porção costeira da Mata Atlântica desde o sul da Bahia até o nordeste do Rio Grande do Sul. Parece estar em declínio em algumas áreas, como no Espírito Santo e interior de São Paulo, e possivelmente foi até extinta de outras, como no sul da Bahia (Birdlife International, 2015).O sabiá-cica é uma ave psittaciforme da família Psittacidae. Também conhecido ao longo de sua distribuição geográfica, como cunhataí, sabiaçú, araçuaíva, mãe-de-sabiá, papagaio-da-capoeira, papagaio-viola e papagaio-de-peito-azul.
Mede entre 19 e 21 cm. As populações da região Sul do Brasil apresentam tamanho corporal em média, maior que as do Sudeste e acima. Apresenta o colorido geral em um tom verde-profundo, incomum em outros psitacídeos. Os machos apresentam o ventre de cor violeta-azulada, sendo que desde filhotes já apresentam manchas dessa cor. Machos em idade avançada tendem a apresentar coloração violeta-avermelhada. As fêmeas são completamente verdes. Ambos os sexos possuem o bico quase branco.

+ Registros no Brasil

# ENDÊMICA DO BRASIL

- COMENTE - PARTICIPE -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima