Maria Leque do Sudeste

Abre-asa de Cabeça Cinza

Alma de Gato

Anambé Branco de Rabo Preto

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Arapaçu de Bico Torto

Arapaçu Escamado

Araponga

Araponga do Horto

Ariramba de cauda ruiva

Assanhadinho

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico Assovelado

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Caburé

Capitão de Saíra

Catirumbava

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha de Dorso Vermelho

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

Japu

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Juruva

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Maria Leque do Sudeste

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Cinzento

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica-Pau Rei

Pica-pau Verde Barrado

Pintadinho

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Amarela

Saíra Ferrugem

Saíra Militar

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Sanhaçu de Encontro Azul

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Tesourinha da Mata

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Tiriba de Testa Vermelha

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovaca Cantadora

Tovacuçu

Trepador Sobrancelha

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Maria Leque do Sudeste

Abre-asa de Cabeça Cinza

Alma de Gato

Anambé Branco de Rabo Preto

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Arapaçu de Bico Torto

Arapaçu Escamado

Araponga

Araponga do Horto

Ariramba de cauda ruiva

Assanhadinho

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico Assovelado

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Caburé

Capitão de Saíra

Catirumbava

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha de Dorso Vermelho

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

Japu

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Juruva

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Maria Leque do Sudeste

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Cinzento

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica-Pau Rei

Pica-pau Verde Barrado

Pintadinho

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Amarela

Saíra Ferrugem

Saíra Militar

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Sanhaçu de Encontro Azul

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Tesourinha da Mata

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Tiriba de Testa Vermelha

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovaca Cantadora

Tovacuçu

Trepador Sobrancelha

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Atlantic Royal Flycatcher

Onychorhynchus swainsoni (Pelzeln, 1858)

Endêmica :

da Mata Atlântica | do Brasil

TAMANHO :

16 a 17,5 cm

Ave migratória :

Não

Mais visto :

O ano Todo

Alimenta-se de :

Vespas

Insetos

Libelulas e Borboletas

Wiki Aves

LOGO-WIKI

Foto: Luís da Mata

# ECO Sítio Paraty

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Habitos:

Ocorre na Mata Atlântica entre 0 e 800 metros de altitude, como substituta da maria-leque. Usualmente encontrados em casais, acompanham bandos mistos pelos estratos baixos, tanto na mata primária quanto na secundária.

Alimentação:

Com seu bico chato em forma de pinça, captura insetos alados dotados de grandes asas tais como borboletas e libélulas, ou perigosos insetos dotados de ferrões venenosos, como certas mamangavas e vespas. As longas cerdas que cercam a base do bico ampliam sua capacidade de aprisionar grandes insetos. Após capturarem uma presa em pleno ar, retornam ao poleiro de onde partiram, batendo-a de encontro ao galho para se livrarem dos perigosos ferrões ou de suas grandes asas.

CARACTERÍSTICAS:

Endêmica do Brasil e da Mata Atlântica. A maria-leque-do-sudeste possui uma espetacular mas raramente vista crista colorida. Esta crista é sem dúvida a característica mais marcante da plumagem desta espécie. Embora seja geralmente mantida na posição horizontal e raramente exibida, quando totalmente estendida forma um grande e impressionante leque e apresenta uma vívida combinação de cores, escarlate, preto e azul no macho. A maria-leque-do-sudeste é uma ave passeriforme da família Onychorhynchidae. Seu nome científico significa: do (grego) onux = unha, garra; e rhunkhos = bico; onychorhynchus = bico em forma de garra; e de swainsoni, swainsonii = homenagem ao artista, naturalista, e coletor de espécies inglês William Swainson – (1789-1855). ⇒ (Ave) com bico em forma de garra de Swainson.
Mede entre 16 e 17,5 centímetros de comprimento e pesa entre 13 e 21 gramas. A maria-leque-do-sudeste possui uma espetacular mas raramente vista crista colorida. Esta crista é sem dúvida a característica mais marcante da plumagem desta espécie. Embora seja geralmente mantida na posição horizontal e raramente exibida, quando totalmente estendida forma um grande e impressionante leque e apresenta uma vívida combinação de cores, escarlate, preto e azul no macho. Nas fêmeas a coloração vermelha da crista é substituída pela coloração alaranjada. Sua coloração geral é uniformemente marrom fosco. A cabeça, dorso e asas são marrons. Nas asas, apresenta poucas marcações branco amareladas nas penas coberteiras e suas rêmiges primárias apresentam coloração enegrecida. O uropígio e a cauda da maria-leque-do-sul apresentam uma coloração canela brilhante. As partes inferiores são mais pálidas. A garganta apresenta uma pequena mancha esbranquiçada, o peito e ventre são ocráceos e lisos, sem marcações. A íris é escura. O bico escuro é relativamente longo e chato e quando aberto apresenta a vívida coloração interna amarela. Tarsos e pés são amarelos ou alaranjados.

+ Registros no Brasil

# ENDÊMICA DO BRASIL
#BRASIL AMEAÇADA

- COMENTE - PARTICIPE -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima