Guaracava de barriga amarela

Abre-asa de Cabeça Cinza

Alma de Gato

Anambé Branco de Rabo Preto

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Arapaçu de Bico Torto

Arapaçu Escamado

Araponga

Araponga do Horto

Ariramba de cauda ruiva

Assanhadinho

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico Assovelado

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Cabeçudo

Caburé

Capitão de Saíra

Catirumbava

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha de Dorso Vermelho

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

Japu

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Juruva

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Maria Leque do Sudeste

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Cinzento

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica-Pau Rei

Pica-pau Verde Barrado

Pintadinho

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Amarela

Saíra Ferrugem

Saíra Militar

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Sanhaçu de Encontro Azul

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Teque Teque

Tesourinha da Mata

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Tiriba de Testa Vermelha

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovaca Cantadora

Tovacuçu

Trepador Sobrancelha

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Guaracava de barriga amarela

Abre-asa de Cabeça Cinza

Alma de Gato

Anambé Branco de Rabo Preto

Andorinha Pequena de Casa

Anu Branco

Anu Preto

Araçari Banana

Araçari Poca

Arapaçu de Bico Torto

Arapaçu Escamado

Araponga

Araponga do Horto

Ariramba de cauda ruiva

Assanhadinho

Bacurau

Barranqueiro de Olho Branco

Beija Flor Cinza

Beija Flor Preto

Beija Flor Rajado

Beija Flor Rubi

Beija Flor Tesoura

Benedito de Testa Amarela

Bico Assovelado

Bico de Pimenta

Bico Virado Carijó

Bico Virado Miúdo

Borboletinha do Mato

Borralhara

Cabeçudo

Caburé

Capitão de Saíra

Catirumbava

Choca Listrada

Choquinha Chumbo

Choquinha de Dorso Vermelho

Choquinha Lisa

Choquinha Pequena

Coruja Buraqueira

Coruja do Mato

Cuiú Cuiú

Entufado

Ferro Velho

Formigueiro Assobiador

Formigueiro da Serra

Galinha do Mato

Gaturamo Verdadeiro

Gavião Caboclo

Gavião Caracoleiro

Gavião Carijó

Gavião Miúdo

Gavião Pato

Gavião Pega Macaco

Gibão de Couro

Guaracava de barriga amarela

Japu

João Botina da Mata

João Porca

Juriti Pupu

Juruva

Limpa Folha Miúdo

Macuru de Barriga Castanha

Mãe da Lua

Maitaca Verde

Maria Leque do Sudeste

Murucututu de Barriga Amarela

Papa Moscas Cinzento

Papa Moscas Estrela

Papa Taoca do Sul

Pariri

Periquito Rico

Pica Pau Amarelo

Pica Pau Bufador

Pica Pau de Banda Branca

Pica Pau de Cabeça Amarela

Pica-Pau Rei

Pica-pau Verde Barrado

Pintadinho

Pinto do Mato

Pitiguari

Sabiá Cica

Saí Andorinha

Saí Verde

Saíra Amarela

Saíra Ferrugem

Saíra Militar

Saíra sete cores

Saíra Viúva

Sanhaçu de Encontro Amarelo

Sanhaçu de Encontro Azul

Saracura do Mato

Savacu

Socó Boi Escuro

Surucua de Peito Amarelo

Tangará

Tapaculo Pintado

Teque Teque

Tesourinha da Mata

Tiê de Bando

Tiê de Topete

Tiê Preto

Tiê Sangue

Tietinga

Tiriba de Testa Vermelha

Topetinho Vermelho

Tovaca Campainha

Tovaca Cantadora

Tovacuçu

Trepador Sobrancelha

Trepadorzinho

Trinca Ferro

Trovoada

Tucano de Bico Preto

Tucano de Bico Verde

Tuim

Urubu de Cabeça Amarela

Urubu de Cabeça Vermelha

Urubu Rei

Urutau ferrugem

Vira Folha

Viuvinha

Yellow-bellied Elaenia

Elaenia flavogaster (Thunberg, 1822)

Endêmica :

da Mata Atlântica

TAMANHO :

16 cm

Ave migratória :

Não

Mais visto :

O ano Todo

Vocalização

Play-Button-Green-W

Alimenta-se de :

Insetos

Invertebrados

Frutas

Wiki Aves

LOGO-WIKI

Foto: Luís da Mata

# ECO Sítio Paraty

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Habitos:

Raramente descem ao solo. Passam a maior parte do tempo subindo às copas das árvores. Costumam empoleirar-se em locais expostos, vivendo em casais ou pequenos grupos familiares. Durante o dia, possuem um canto característico, diferente das outras espécies desse gênero. Ele lembra o apito de um mestre de bateria de escola de samba. É emitido por uma das aves do casal e a outra imediatamente responde.

Alimentação:

Muito ativas, movimentam-se por áreas abertas e copas das matas, buscando invertebrados e pequenos frutos. Alimenta-se principalmente de pequenos frutos como amora, erva-de-passarinho, magnólia-amarela e figos-benjamim, mas também come insetos como formigas, besouros, cigarrinhas e cupins voadores.

CARACTERÍSTICAS:

A guaracava-de-barriga-amarela é uma ave passeriforme da família Tyrannidae. Possui os nomes comuns de maria-é-dia (São Paulo), maria-já-é-dia, bobo (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul), caracutada (Pernambuco), cucuruta, cucurutado, guaracava (São Paulo), guaracava-de-crista-branca (Pernambuco), maria-acorda, maria-tola (Minas Gerais), marido-é-dia e joão-bobo (Santa Catarina). A guaracava-de-barriga-amarela, como também é conhecida, pertence ao gênero Elaenia que é famoso entre os ornitólogos pela dificuldade na identificação de suas espécies. É a guaracava mais comum e mais abundante por todo o Brasil. Embora, signifique que para uma identificação com estrita segurança e confiabilidade necessita-se do auxílio da vocalização(ouvir ou gravar a voz). Estas espécies crípticas somente poderão ser identificadas em campo, no local, não há uma mínima possibilidade se aplicarmos a comparação visual através dos registros fotográficos. Esta assertiva é de difícil aceitação pelos observadores que fazem seus registros.
Mede cerca de 16 centímetros. É uma das espécies de maior porte do grupo. E menor apenas que Elaenia spectabilis – com a qual se parece bastante – Elaenia pelzelni, Elaenia obscura e Elaenia dayi – a maior do grupo. É, também a de comportamento mais chamativo. As costas são mais oliváceas do que as outras aves do gênero. As duas faixas brancas da asa ficam mais nítidas devido ao contraste. Na cabeça, mais acinzentada, destaca-se um anel branco ao redor dos olhos e uma pequena área clara entre o olho e o bico. As penas do topete são longas e mantidas eriçadas, sem ter o aspecto “despenteado” de Elaenia cristata. Garganta branca com um tom acinzentado nos lados e no peito, antes de chegar à barriga amarelada. Logo depois da muda (março/abril), o amarelo é mais forte, esmaecendo com o envelhecimento da pena, até chegar a um cinza com leve amarelado no final do ano.

+ Registros no Brasil

AGRADECEMOS De ❤ A TODOS QUE PARTICIPAM !

- COMENTE - PARTICIPE -

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Renove Suas Energias
no Eco Sítio Paraty

Binoculos para Observação de Aves e Birdwatching em Paraty

Observação de Aves da Mata Atlântica
Com Guia Nativo Luís da Mata